© Todos os Direitos Reservados. Não é permitido compartilhar o conteúdo deste Blog em outros sites. Este Blog está protegido contra cópias de seu conteúdo inteiro ou em partes. Grata pela compreensão.

38 - Ekakshara Upanishad (Kṛṣṇa Yajur Veda)



38
Ekakshara Upanishad

Traduzido por:
Dr. A. G. Krishna Warrier
Publicado por:
The Theosophical Publishing House, Chennai

Traduzido para o Português por

Uma Yoginī em seva a Śrī Śiva Mahadeva
Karen de Witt

***

Brasil – RJ
Maio/2010
___________________________

Fonte de Consulta


Invocação

Om! Que Ele possa proteger-nos, a ambos, juntos;
que Ele possa nutrir-nos, a ambos, juntos;
Que nos possamos trabalhar conjuntamente com a grande energia,
Que nosso estudo seja vigoroso e efetivo;
Que nós não possamos disputar mutuamente
(ou não odiarmos ninguém).
Om! Deixe haver Paz em mim!
Deixe haver Paz em meu ambiente!
Deixe haver Paz nas forças que atuam em mim!



1: Tu és o único Imperecível no Imperecível, juntamente com Uma. Como se sabe, por meio de Sushumna, aqui (no plano empírico), o único firme (Princípio és Tu). Tu és a fonte antiga do mundo, o Senhor dos seres; Tu és o Parjanya (o Princípio da água doadora da vida), o Protetor do mundo.

2: Tu és imanente em tudo; do (ponto de vista) dos sábios, Tu, o Senhor do mundo, és o todo conhecedor (Fogo). No princípio Tu és não-nascido, o primeiro nascido, o sacrifício, também, és Tu. Tu, por si só, és o único antigo e onipresente.

3: Tu és o Princípio da vida; Tu és a manifestação (o mundo manifestado); Tu és a fonte do mundo; por meio de um quadrante Tu tens permeado este mundo. Tu és o nascimento do mundo, a causa, a vida suprema, e a criança no ventre armado com o excelente arco e flecha.

4: Tendo propagado-se amplamente na flecha, brilhando como o sol da juventude no céu, Tu brilhas como Hiranyagarbha. Por meio da luz Tu tens criado a águia resplandecente (o sol) no céu. Tu és Subrahmanya, Tu és Arishtanemi (um irmão de Garuda).

5: Tu és o portador do Raio (Indra), o Senhor dos seres; Tu, por si só, és o amor em todos os seres viventes, e em Soma (Shiva com Uma). Tu és a sagrada sílaba Svaha, Svadha e Vasat; Tu és o Rudra imanente, ileso nos corações dos animais.

6: (Tu és) o apoiador, o ordenador, o purificador (ar), o todo permeante e pleno, o divino Varaha, noite e solidão; o passado, o futuro e o presente; Tu és todas as atividades, tempo, sequência e o supremos Imperecível.

7: Os versos Védicos, prosa e fórmulas, e sons, procedem de Tua boca. Tu brilhas melhor (como) os Vasus e o céu. Tu és o líder do sacrifício, o fogo todo permeante e os Rudras. Assim também, (Tu és) as hostes dos demônios e Vasus.

8: Este Deus habita aqui no sol (a roda da carruagem celestial) e em outros lugares dissipa a escuridão. Tudo o que pertence a Ele brilha adoravelmente  (molde) como ouro em algum outro céu. (Este mundo de relatividade brilha assim).

9: Ele é o Sapiente; o Protetor do mundo;a nave firme de todos os seres nascidos. Ele existe longitudinal e transversalmente, a soma total das (coisas) espalham-se nesta ordem. Ele é o não nascido (de nascimentos maravilhosos), o Prajapati cantado nos Vedas.

10: Tu és Aquele que, nos sacrifícios dos conhecedores de Brahman, adoram com Canções Védicas, formulas e rituais, e o suco do Soma; como a final (Verdade) desprovida de qualquer mistura, como o dourado, o melhor dos conhecedores dos Vedas.

11: Tu, por si só, é as mulher, o homem; novamente Tu és o garoto e a garota. Tu és o ordenador, o Rei Varuna, o Ano, Aryama, todos.

12: (Tu és) Mitra, a brilhante plumagem de (Garuda), a lua, Indra, Varuna, Rudra, Tvastar, Vishnu, Savitar, o Senhor da luz, Tu és Vishnu, que protege todos os seres dos demoníacos. O mundo é englobado por Ti; Tu és o ventre de tudo o que é nascido; Tu és a terra, a atmosfera, o firmamento; Tu és o auto-nascido; Tu és voltado para todos.

13: Quem assim conhece o eterno Habitante da cavidade (do coração), o Senhor ancião que se tornou o todo, o dourado, o supremo objetivo do sábio, é sábio. Ele permanece transcendendo todas as (formas de) sabedoria. Esta é a doutrina secreta.


Invocação

Om! Que Ele possa proteger-nos, a ambos, juntos;
que Ele possa nutrir-nos, a ambos, juntos;
Que nos possamos trabalhar conjuntamente com a grande energia,
Que nosso estudo seja vigoroso e efetivo;
Que nós não possamos disputar mutuamente
(ou não odiarmos ninguém).
Om! Deixe haver Paz em mim!
Deixe haver Paz em meu ambiente!
Deixe haver Paz nas forças que atuam em mim!


Aqui termina o Ekaksharopanishad pertencente ao Krishna-Yajur-Veda.